Bem-vindo à Livraria online

 

ACTIVIDADE REALIZADA

16 de SETEMBRO NA CM ESPOSENDE

Agradecemos a todos os nossos amigos leitores a particpação nesta actividade e a disponibilidade demonstrada no envio de vídeos e fotos.

 Um Bem Hajam a todos.

    
 
D. SEBASTIÃO NÃO MORREU NA BATALHA DE ALCÁCER-QUIBIR
 
Historiador Rainer Daehnhardt expôs o elmo de D. Sebastião em Esposende (tem 89 marcas de espada).
O elmo que o antigo rei D. Sebastião terá utilizado para combater na batalha de Alcácer-Quibir foi exposto em Esposende, durante a primeira de oito conferências que pretendem celebrar os 450 anos da criação do concelho de Esposende (elevação a vila).
O comissário para as comemorações, Albino Penteado Neiva apontou o facto de o ciclo de conferências arrancar com a presença de um estudioso de D. Sebastião que se fez acompanhar de algumas peças raras “que são expostas ao público pela primeira vez”.
São estudos aturados e investigações que exigiriam “viver mais 300 anos, para poder ler todos os documentos em que há referências a D. Sebastião e que fazem parte da sua biblioteca e arquivo”.
Mas Rainer Daehnhardt detém um acervo que é uma viagem pela vida de D. Sebastião, desde logo com o elmo que acompanhou o jovem rei na batalha de Alcácer-Quibir.
“Este elmo, em aço temperado, pesa mais de cinco quilos. Após análise cuidada, foram identificadas 89 ‘feridas’, provocadas por armas brancas. Estão todas na parte frontal do elmo, porque D. Sebastião nunca virou a cara ao inimigo”, afirma Rainer Daehnhardt.
O investigador abordou o tema “Armas e Armaduras de D. Sebastião” e, segundo este especialista no “estudo da evolução do Homem através da arma e sua utilização”, D. Sebastião não morreu a 04 de agosto de 1578, na batalha de Alcácer-Quibir. “Viveu até 1630 e tal, provavelmente até 1640 e tal”.
Entre o ideal de criar um Quinto Império “espiritual” e teorias da conspiração que rodearam a sua participação na fatídica batalha, Rainer Daehnhardt garante que, depois desta, D. Sebastião “esteve na Abissínia e depois na Pérsia, onde combateu e procurou ajudar os reinos cristãos”.
Por isso, D. Sebastião “nem morreu em Alcácer-Quibir, nem está enterrado nos Jerónimos”, garante. Rainer cita o padre António Vieira que usou os seus textos e sermões para “apregoar” a necessidade desse Quinto Império.
 

 

Vídeo integral: www.youtube.com/watch?v=iee8eRSQ6YM

 

Fotos:

  

  

EM PREPARAÇÃO

 

Jogo do Galo

Ritual tétrico, guerreiro e solar

presidido por caretos

 

 

DISPONÍVEL

A SENHORA DA PAZ

Autora: Irene da Costa Pereira

Nº págs.: 148  |  PVP: 14,80€

INFORMAÇÃO:  Comunicamos aos nossos leitores que o livro "Senhora da Paz" já está disponível, pelo que a partir de hoje, dia 9 de Agosto, procederemos ao seu envio. Agradecemos  a vossa preferênca.

 

A Senhora da Paz baseia-se em factos verídicos.

A ideia de escrever este conto histórico surgiu em sequência do livro editado de meu pai Código Hieroglífico Linguístico Lusibérico.

A maioria das personagens existe e algumas já faleceram. Outras foram criadas para tornar a narrativa mais interessante. Temos o caso de Herr Gunther, o nazi alemão e o cônsul português na Alemanha. 

O santuário de Nossa Senhora da Paz foi desenhado e mandado erigir por meu tio avô, Professor Doutor Cónego Avelino de Jesus da Costa, Professor Catedrá-tico da Universidade de Coimbra (o Professor do conto). O santuário existe no lugar do Barral, município de Ponte da Barca, Minho.

Severino é o vidente e primo da família. Conheci-o em adulto, casado com filhos e netos. Apesar da insistência do clero, devido às aparições do dia 10 e 11 de Maio de 1917 (3 dias antes das de Fátima), Severino opta por não seguir o sacerdócio. 

Todos os diálogos e acções narradas, apesar de terem um cariz verídico, são fictícios.

Deixo o restante da narrativa para o leitor, com a mensagem de que na realidade todos somos deuses em potência e todos, se assim o quisermos, com as condições propícias, podemos comunicar com esses mesmos deuses...

 

ÍNDICE DA OBRA

 

DISPONÍVEL

    

ALMA DA CONSCIÊNCIA - o mecanismo sincronístico da vida

Autor: Vítor M. S. Pinto

Nº de páginas: 255 (obra a P/B e a cores) 

PVP: 18,90€

 

ÍNDICE DA OBRA

 

Disponível

Livro Digital (ebook)

capa mole c/ badanas --- 78 páginas --- PVP: 11,50€

 

Este ensaio é uma visão inédita, histórica e tradicional, da vida de D. Nuno Álvares Pereira, o Condestável do reino. Portugal, desde a sua fundação, teve sempre uma relação íntima com o Divino. Este elege, orienta, encoraja e dá vitória nas missões mais árduas e perigosas, onde a coragem dos eleitos supera sempre o volume dos exércitos. Com efeito, D. Nuno Álvares Pereira surge como um messias predestinado, eleito e enviado por Deus, a fim de congregar a portentosa força colectiva Nacional, para cumprir o desígnio de Portugal independente.

 

Barroso foi a sua casa, onde constituiu família; os Barrosões, seus fiéis amigos e distintos guerreiros, o seu auxílio. Finalmente, depois de cumprida a sua missão mundana, a sagração do herói culmina com a glorificação celestial do Santo Condestável.

 O Mundo dos Jinas e a Formação das Civilizações Antigas, vol. 2

Autor: Roso de Luna

Nº  Págs.: 70   *  PVP: 7,00€

 

NOVIDADES DISPONÍVEIS

CÁTAROS - A Heresia Cristã e a Montanha Sagrada

Autor(es): Dulce Leal Abalada  |  Eduardo Amarante

Nº de páginas: 242   *   PVP: 18,70€ 

 

ÍNDICE DA OBRA

 

Código Linguístico Hieroglífico Lusibérico (ed. Português/Inglês)

Autor: Marcelino Luís-Pereira

Organização: Maria Irene da Costa Pereira

PVP: 12,80€ 

 

DISPONÍVEL

                         

Universo Consciente

Autor: José Garrido

PVP: 12,90€ 

 

 

Modos de Pagamento

 
    Dados bancários para transferências 
             nacionais e internacionais:               
                                                                                     
      
      NIB:         0193 0000 10507259439 61                  Tlem. +351 932 883 804                                             Entidade:       21489
                                                                                    
       IBAN:  PT50 019300001050725943961                                                                                                   Referência:   020  087 563 
 
       BIC/SWIFT:  CTTVPTPL
 
 
Para encomendas internacionais cujo pagamento não seja Paypal favor enviar mail para apeiron.edicoes@gmail.com
 

A sua encomenda é sempre confirmada pela Apeiron edições. Os custos de envio são suportados pela editora.

Encomendas para o  Brasil será enviado por email o código de rastreamento a fim de a poder acompanhar.